Publicado por: hugolt | julho 3, 2009

FISL10 e outras atividades

FISL 10 e outras coisas que tem acontecido

Eu estive pela primeira vez em um FISL, foi na décima edição, em Porto Alegr – RS na semana passada.
O evento é muito foda, você encontra gente do mundo todo! Desde gurus, como Richard Stallman, a blogueiros como Fábio Akita.

Esse ano teve uma grande quantidade de grupos de usuários, inclusive os que eu participo (PythonBrasil e PythOnRio).
As palestras foram excelentes, as conversas muito boas também. É muito prazeroso conversar com as pessoas que você só conhece de nome e às vezes nem conhece, mas na hora vê que todo mundo ali tem o mesmo objetivo: Contato Social com a comunidade de Software Livre.

Palestras como a do Alexandre Oliva vão ficar um bom tempo na memória – foram aquelas de dar arrepios e parar pra pensar e ver que “é isso que eu quero pro resto da minha vida” – e outras várias.

No último dia de FISL teve um horário pra palestras relâmpagos da Associação Python Brasil (APyB), onde cada palestrante tinha 5 minutos pra aprensentar uma palestra sobre qualquer tema. Eu me inscrevi pra falar de BDD e do Pyhistorian.

Além do nervosismo de estar falando pela primeira vez pra uma grande quantidade de pessoas num evento de tão alto nível, tem o nervosismo de ter que expor as idéias em apenas 5 minutos! Foi muito bom, serviu como uma baita experiência.

Porto Alegre é muito legal, a PUCRS parece uma cidade e eu vou parar por aqui, pois o FISL poderia ter sido definido com somente uma frase: “foda pra caralho!”.

Outras coisas que tem acontecido

Esse ano tem sido bem movimentado pra mim, um bom ano. Muitas responsabilidades e tarefas (ensino médio, ensino técnico, trabalho no NSI, projetos open sources …) que acabam me deixando meio desnorteado e fazem perder algumas datas importantes, como aconteceu com a OBI2009.

Eu fiz a primeira fase da OBI. Passei, mas perdi a data da segunda fase. Acontece.

Tenho pensando muito sobre a continuação do projeto pyhistorian, analisando as opções e levando muito em consideração as facilidades do Cucumber. Talvez surja algum port do Cucumber pra Python, mas não pretendo parar o pyhistorian no momento. Isso vai dar artigo!

Vou tentar dar uma moral pro Mockito (a versão em Python), pois parece ser um excelente mock framework, muito pouco burocrático. Hackeando o código achei alguns probleminhas e idéias de implementações, mas está faltando um tempo pra mexer.

Também quero olhar melhor o Pyccuracy, pois o pessoal tem trabalhado bastante nele (conheci o time de desenvolvimento do Pyccuracy no FISL, gente boa) e eu sei que posso ajudar em algumas coisas.
Tenho que terminar de ler o Refactoring do Martin Fowler, quero começar a ler algum da The Pragmatic Bookshelf.
Preciso terminar a escola e ter férias pra poder programar e estudar por mais tempo =) Há muitos projetos open source que estou querendo contribuir, mas não tem dado.

Conversando com a Leslie Hawthorn do Google Summer of Code durante o FISL descobri que eles tem um programa pra alunos de ensino médio e talvez dê pra eu tentar participar esse ano (já que eu não posso tentar o Google Summer of Code por não estar na universidade ainda). Parece bem interessante, o dinheiro é muito menor, mas a complexidade parece ser bem próxima.

Vou ficando por aqui, até o próximo post😉


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: